Circo Negro da Cia Senhas com Texto de Daniel Veronese: as cores do tétrico, por Cilene Tanaka

Circo Negro 01 foto Rosano Mauro

Fotografia de Rosano Mauro Jr

“Circo Negro, texto do argentino Daniel Veronese, encenado pela Cia Senhas numa bela demonstração de teatro de grupo.

Adorei assistir no espacinho apertado e aconchegante da Cia dos Palhaços. Não creio ter sido a única.

Assim que acabou tudo, ouvi: isto é teatro. Assim, sem exclamação: “isto é teatro” poderia ser irônico e desafiador, mas dado o contexto, acreditei ser verdadeiro. Mesmo que sem exclamação.

Era uma mistura de terror com sarcasmo, tipo Tom Waits mesmo, ou seria Carlos Careqa?”

Leia a crítica na íntegra aqui.

CIRCO NEGRO

de Daniel Veronese

Mostra Novos Repertórios – FRINGE

dias 02 e 03 de abril `as 18h e `as 21h

Teatro HSBC – Palácio Avenida

Informações: 3222-0355

Anúncios

Veronese II – Cia Senhas se expõe ao risco, por Luciana Romagnolli

 

Circo Negro 05  foto Rosano Mauro

 

Enquanto o Espanca! se reencontra no drama familiar borrado pelo absurdo de “O Líquido Tátil”, que encerra temporada hoje em BH, a Cia Senhas avança em sua própria jornada com “Circo Negro”, um espetáculo que se constitui como um desafio formal e estético ao qual a diretora Sueli Araújo responde com maturidade criativa. Como ouvi de um crítico paulista ontem, este é o trabalho ideal para que a companhia curitibana rompa a timidez e ultrapasse as fronteiras paranaenses. Concordo plenamente. Está mais do que na hora de mostrar-se a outros públicos.

“Circo Negro” (1996) é um texto-manifesto de Daniel Veronese para seu então grupo El Periférico de Objetos. Segundo conta, sua preocupação era a “possibilidade de discernir publicamente se para representar a morte era preferível usar um ator ou um boneco”. Diz também que a peça “apresentava inumeráveis combates corpo a corpo de atores com seus bonecos: a luta por um lugar privilegiado na cena. Uma indagação sobre o dominador x o dominado, sobre a exposição dos múltiplos artifícios do fenômeno teatral (antes de entrar no verdadeiro corpo do circo negro, um ator introduz uma irônica lista de conselhos para poder atuar com propriedade)”.

(…)

Leia a crítica na íntegra aqui.

 

Circo Negro na Mostra Novos Repertórios – FRINGE

Imagem

Imagem

Fotografia de Rosano Mauro Jr
CIRCO NEGRO
de Daniel Veronese
Mostra Novos Repertórios – FRINGE
dias 02 e 03 de abril `as 18h e `as 21h
Teatro HSBC – Palácio Avenida
Informações: 3222-0355